Você está visualizando uma versão anterior do blog Eberick Next. Mantenha-se informado acessando o novo blog
Acesse http://ebericknext.altoqi.com.br

Melhoria na identificação dos erros nos pinos de ancoragem

Escrito em 04/09/2014, por Juliano Demarche / 3 Comentários | Categoria: Ajustes no programa, Pré-moldados | Tags:

Em elementos pré-moldados a ligação entre viga e pilar pode se dar, entre outras possibilidades, através de consolos (que são os casos mais usuais). Essa ligação pode ser efetuada adotando-se aparelhos de apoio e pinos, elementos estes que farão as transferências de esforços entre a viga e o pilar.

O AltoQi Eberick faz as seguintes verificações para os pinos de ancoragens nesses casos:

  • Verificação geométrica: Verifica espaçamentos mínimos entre pinos;

  • Verificação ligação entre pino/consolo: Verifica a resistência da ligação pino/consolo quando submetidas a esforços de tração;

  • Verificação ligação entre pino/viga: Verificação do pino/viga quando submetidos a esforços de tração;

  • Verificação de cisalhamento nos pinos: Verifica os pinos a esforços de cisalhamento.

De acordo com essas verificações o Eberick busca uma solução que satisfaça todas as condições com menor número possível de pinos.

Uma primeira modificação foi realizada nos relatórios dos pinos. Agora o Eberick  passa a apresentar a quantidade de pinos adotada e todas as outras que não satisfazem as verificações (semelhante aos blocos de fundação). Isso torna-se útil pois agora o engenheiro  pode identificar de forma mais rápida os erros em cada quantidade de pinos que não satisfazem as verificações.

relatorio pino

Figura 01 – Relatório de pinos

Outra alteração que visa auxiliar na identificação dos erros dos pinos de ancoragem é em relação ao aviso emitido quando os pinos não passam nas verificações. Atualmente quando uma das verificações não for atendida o programa emite o “Aviso 64-Erro no dimensionamento dos pinos do consolo Cx (nível)” no momento do detalhamento dos pilares. Sendo uma tarefa do engenheiro avaliar qual erro e qual procedimento deveria tomar para eliminar o erro e garantir adequada segurança a estrutura.

A partir de agora cada erro no pino será identificado de forma pontual, logo o Eberick passará a indicar qual ou quais das verificações não foram atendidas, dando mais praticidade na identificação do erro e resolução do mesmo.

erro pino

Figura 2 – Indicação dos erros nos pinos

Essas modificações se aplicam em todos os casos onde são adotados pinos de ancoragens, como consolos de pilares, consolos de vigas e apoio em cálices.

(1 visitas hoje)

Comentários

3 Comentários para Melhoria na identificação dos erros nos pinos de ancoragem

  1. Renato C. Costa says:

    Moderador,
    melhorias são sempre bem-vindas, só que … desde o início dos trabalhos de desenvolvimento do PM, os usuários já haviam identificado limitações no aplicativo que engessam o seu emprego pleno na prática.

    Por exmeplo, apesar do detalhamento refinado dos vários elementos estruturais, o aplicativo ainda peca por nào oferecer recursos que possibilitem a modulação e paginação das lajes alveolares, algo hoje muito mais ao alcance de ser implementado devido a similar funcionalidade já empregada no QiAlvenaria (pag. e mod. de blocos estruturais por dois pontos), mas que também poderia ser similar às lajes treliçadas onde há uma pag. e mod. automática dos elementos em cada painél de laje com respectivo detalhe e lista de material.

    Estando o PM sendo oferecido até como material de apoio e suporte a diversos cursos de pós-graduação, não seria interessante apressar tal recurso ?

  2. JOAO says:

    Moderador,
    um recurso que seria de grande importância para PM são as vigas tesouras em seção I com inclinação em duas águas, não necessariamente vigas protendida já que esse elemento em concreto armado na prática apresenta ótimos resultados de estabilidade chega a vencer até 25 m de vão. já é o momento da Altoqi desenvolver módulos de concreto protendido e otimizar o pórtico 3d a medida que o projeto aumenta o numero de pavimentos a visualização se torna muito lenta.

Você deve estar autenticado para enviar um comentário.

Liberada a revisão 2015-04 do QiBuilder

Escrito em 27/04/2015

Liberada a revisão 2015-04 do QiBuilder.

Esta versão marca o lançamento do QiSPDA sobre o QiBuilder, um produto destinado ao projeto de sistemas de proteção contra descargas atmosféricas, e a conclusão do desenvolvimento do QiElétrico.

Para mais informações acesse o blog do QiBuilder.

×

Liberada a revisão 2014-10 do QiBuilder

Escrito em 14/10/2014

Esta versão marca o lançamento do QiElétrico sobre o QiBuilder, um produto destinado ao projeto de instalações elétricas prediais. Esse produto entra na modalidade “experimentação”, para que possa ser utilizado pelos clientes enquanto os últimos recursos são adicionados ao mesmo. Essa estratégia dá à empresa a oportunidade de receber um feedback sobre o produto antes do seu lançamento comercial definitivo.

Foram corrigidos diversos problemas reportados pelos usuários da versão 2014-07, priorizando a estabilidade do programa.

Para saber mais sobre sobre os recursos e melhorias acesse o menu “Conteúdo” dentro do QiBuilder.

Download

Para conhecer o QiElétrico acesse o HOTSITE.

×

Liberada nova atualização do Eberick

Escrito em 16/04/2014

Disponibilizada uma nova atualização do programa: EberickV9 (atualização 2015-02).

Mais informações sobre a instalação desta nova atualização podem ser encontradas na guia Download.

×

Liberada uma nova revisão para o Hydros V4 e Lumine V4

Escrito em 01/04/2014

Foram disponibilizadas as revisões do Hydros V4 do Lumine V4.

Lumine V4 Revisão 13

Para baixar a revisão 13 do Lumine V4 acesse:
Download_lumine_V4_R13
Para saber mais informações acesse “? – Atualizações recentes”

Hydros V4 Revisão 13

Para baixar a revisão 13 do Hydros V4 acesse:
Download_hydros_V4_R13
Para saber mais informações acesse “? – Atualizações recentes”

Hydros V4

 

×

Novo artigo sobre detalhamento de lajes

Escrito em 14/01/2014

Disponível um novo artigo para o Eberick, dando seqüência ao artigo publicado sobre a otimização do detalhamento das lajes (parte 1):

Artigo novo:

Otimização do detalhamento das lajes – Parte II

Artigo relacionado:

Otimização do detalhamento das lajes – Parte I

Acesse a base de conhecimento e confira outros artigos: www.altoqi.com.br/faq/.

×