Você está visualizando uma versão anterior do blog Eberick Next. Mantenha-se informado acessando o novo blog
Acesse http://ebericknext.altoqi.com.br

Alinhamento dos textos das cotas

Escrito em 14/05/2013, por Guilherme Augusto Alves Coelho / 19 Comentários | Categoria: Melhorias em recursos | Tags:

Até a versão anterior, o Eberick não permitia o reposicionamento dos textos das cotas, dificultando a solução de problemas de sobreposição em trechos muito curtos, visto que o texto era posicionado sempre à direita da linha de cota. Agora, foi criada a possibilidade de alterar, através de um duplo-clique na cota, o alinhamento do texto da mesma.

cfg cota default

Diálogo “Cota”.
Ao selecionar alinhamento automático, mantém o comportamento da versão anterior e desabilita o alinhamento vertical.

 

cfg cota 2

Opções de alinhamento

 

alinhamentos cota

Cotas alinhadas

(1 visitas hoje)

Comentários

19 Comentários para Alinhamento dos textos das cotas

  1. Jair Mariano Pacheco says:

    Boa tarde a todos.
    Concordo com a sugestão do colega Ivan Bueno.

  2. Renato C. Costa says:

    Moderador, quais são os planos da equipe de desenvolvimento para adequar a interface de navegação do eberick ao padrão ‘ribbon’ do QiBuilder ?

    • Moderador Blog Eberick says:

      Bom dia Renato,
      A princípio não está prevista para este Next uma modificação de interface. Aproveitando o questionamento, como foi a adaptação ao novo modelo de interface?

      • Renato C. Costa says:

        voltando à pergunta e ao tema sobre a GUI do eberick…

        Moderador: está ficando complicado trabalhar no aplicativo devido à enorme quantidade de comandos existentes… ainda mais agora com o pré-moldados embutido no concreto armado… comandos de aplicativos diferente (ex. concreto armado x pré-moldados) agrupados nos mesmos menus.

        Veja só o tamanho do menu ‘Elementos’ que estou anexando, ocupando toda a tela!! É possível melhorar… o ideal mesmo seria mesmo transferir tudo para a nova barra de ferramentas Ribbon, mas… nem vou argumentar a favor da mudança porque sei que não vai acontecer no curto prazo; mas talvez, para esse next ainda, fosse interessante re-estruturar os comandos de menu, pelo menos isso.

        Por exmeplo, derivar um outro comando de menu, na barra de ferramentas atual, só para o pré-moldados (ex. Elementos CA; Elementos PM) – já ajudava; ou… (acho melhor) separar o menu ‘Elementos’ em cada um dos elementos que o constitue, ou seja, aglutinar os comandos de ambos aplicativos dentro de um novo menu para cada elemento – Menu ‘viga’ (cmds de CA+PM), Menu ‘pilar’ (CA+PM), menu ‘laje'(CA+PM), etc.

        O menu ‘Configurações’ está também ficando… enorme. Talvez pudéssemos mover todos os itens de configurações de elementos específicos (ex. Armação treliçada, vigota protendida, e alveolar) dentro e ao final do menu do proprio elemento (ex: menu ‘Lajes’), etc. Existem tbém nesse menu, configurações especificas de ‘Desenho CAD’, e outras mais técnicas do ‘Projeto’ em si; estes poderiam ser re-agrupados em menus específicos de modo a despoluir o menu.

        O que pode ser feito ainda dentro deste NEXT para melhorar?

  3. Giles Bortolon Leitão says:

    Gostaria de aproveitar para solicitar a configuração automática para arredondamento de cota em 0.5 cm, ou conforme opção do usuário. Isto já foi solicitado no next anterior.

  4. Ivan Bueno says:

    Eu acho que o arredondamento de cotas é interessante para elementos que não interferem em cotas arquitetônicas. É o caso de comprimentos de ferros, espaçamentos entre ferros, regiões de pilares parede com efeito de 2ª ordem etc.

    No caso de fôrmas e/ou de locação, no entanto, o arredondamento pode gerar, no somatório geral, um erro grande, já que as cotas são oriundas do projeto arquitetônico.

    Concordo que em uma obra falar em 1 ou 2 mm é algo que “não existe”, pois não temos essa precisão em obras convencionais com estruturas de concreto armado, mas não seria (penso eu) um “simples arredondamento”.

    No caso de locações e fôrmas, teria que ser um arredondamento só na apresentação, mas não no armazenamento interno do programa. A somatória das cotas de uma planta de fôrmas vai ter que bater com a arquitetura. Dependendo da sequência de arredondamentos, pode-se obter, na soma total de uma linha de cota, um erro grande. Por isso não vejo o arredondamento como algo tão simples nesses casos específicos, a não ser que já viessem assim da arquitetura.

    Concordo com o arredondamento dependendo de onde e de como seja considerado, sendo, como sugeriu o Eng. Giles, configurado conforme o usuário deseje.

    • Roger Scapini Marques says:

      O efeito cumulativo acaba sendo absorvido na média das medidas. Note que o erro é sempre de 0,2 cm para mais ou para menos, bem menor do que a dilatação das formas!

      Observe:

      142,1 = 142 (erro: -0,1 cm)
      142,2 = 142 (erro: -0,2 cm)
      142,3 = 142,5 (erro: +0,2 cm)
      142,4 = 142,5 (erro: +0,1 cm)
      142,6 = 142,5 (erro: -0,1 cm)
      142,7 = 142,5 (erro: -0,2 cm)
      142,8 = 143 (erro: +0,2 cm)
      142,9 = 143 (erro: +0,1 cm)

      Somatório dos erros: ZERO!

      Resumindo, usar precisão menor do que 5 mm para formas é um preciosismo desnecessário que só serve para complicar a vida do carpinteiro. Não se deve esquecer que as formas são gabaritadas pelos pilares e o gabarito NUNCA pode ser feito por medidas cumulativas e sim com a trena esticada, pois os erros de 2 mm ocorrem independentemente da medida colocada!

Página de comentários

Você deve estar autenticado para enviar um comentário.

Liberada a revisão 2015-04 do QiBuilder

Escrito em 27/04/2015

Liberada a revisão 2015-04 do QiBuilder.

Esta versão marca o lançamento do QiSPDA sobre o QiBuilder, um produto destinado ao projeto de sistemas de proteção contra descargas atmosféricas, e a conclusão do desenvolvimento do QiElétrico.

Para mais informações acesse o blog do QiBuilder.

×

Liberada a revisão 2014-10 do QiBuilder

Escrito em 14/10/2014

Esta versão marca o lançamento do QiElétrico sobre o QiBuilder, um produto destinado ao projeto de instalações elétricas prediais. Esse produto entra na modalidade “experimentação”, para que possa ser utilizado pelos clientes enquanto os últimos recursos são adicionados ao mesmo. Essa estratégia dá à empresa a oportunidade de receber um feedback sobre o produto antes do seu lançamento comercial definitivo.

Foram corrigidos diversos problemas reportados pelos usuários da versão 2014-07, priorizando a estabilidade do programa.

Para saber mais sobre sobre os recursos e melhorias acesse o menu “Conteúdo” dentro do QiBuilder.

Download

Para conhecer o QiElétrico acesse o HOTSITE.

×

Liberada nova atualização do Eberick

Escrito em 16/04/2014

Disponibilizada uma nova atualização do programa: EberickV9 (atualização 2015-02).

Mais informações sobre a instalação desta nova atualização podem ser encontradas na guia Download.

×

Liberada uma nova revisão para o Hydros V4 e Lumine V4

Escrito em 01/04/2014

Foram disponibilizadas as revisões do Hydros V4 do Lumine V4.

Lumine V4 Revisão 13

Para baixar a revisão 13 do Lumine V4 acesse:
Download_lumine_V4_R13
Para saber mais informações acesse “? – Atualizações recentes”

Hydros V4 Revisão 13

Para baixar a revisão 13 do Hydros V4 acesse:
Download_hydros_V4_R13
Para saber mais informações acesse “? – Atualizações recentes”

Hydros V4

 

×

Novo artigo sobre detalhamento de lajes

Escrito em 14/01/2014

Disponível um novo artigo para o Eberick, dando seqüência ao artigo publicado sobre a otimização do detalhamento das lajes (parte 1):

Artigo novo:

Otimização do detalhamento das lajes – Parte II

Artigo relacionado:

Otimização do detalhamento das lajes – Parte I

Acesse a base de conhecimento e confira outros artigos: www.altoqi.com.br/faq/.

×