Você está visualizando uma versão anterior do blog Eberick Next. Mantenha-se informado acessando o novo blog
Acesse http://ebericknext.altoqi.com.br

Bloco com espaçamento diferente entre as estacas

Escrito em 04/06/2013, por Gilharde da Silva / 33 Comentários | Categoria: Melhorias em recursos | Tags: ,

No dimensionamento dos blocos sobre estacas, o programa calcula automaticamente o espaçamento necessário entre as mesmas, de forma a atender à configuração e à dimensão do pilar de fundação. Esse espaçamento pode ser aumentado depois, na janela de dimensionamento, mas sempre nas duas direções do bloco simultaneamente. Agora, no dimensionamento dos blocos retangulares mais comuns (4, 6 e 8 estacas), o programa trata de forma independente o espaçamento das estacas nas direções X e Y do bloco, de forma a otimizar o tamanho da fundação, especialmente no caso de pilares de seção alongada.

janela

Janela de dimensionamento de blocos, aba Seção, destaque para as colunas “Esp. B” e “Esp. H” utilizadas para configurar o espaçamento entre estacas em cada direção do bloco

pilarr_retangular

Pilar retangular sobre bloco de 4 estacas, à esquerda bloco com espaçamento igual entre estacas e à direita bloco com espaçamento diferente entre estacas

pilarL

Pilar L sobre bloco de 6 estacas, à esquerda bloco com espaçamento igual entre estacas e à direita bloco com espaçamento diferente entre estacas


Comentários

33 Comentários para Bloco com espaçamento diferente entre as estacas

  1. Roger Scapini Marques says:

    Além do espaçamento diferenciado entre estacas, esperávamos que fosse possibilitado o posicionamento do pilar em qualquer posição no bloco.

    03 fortes razões para possibilitar o posicionamento variável do pilar:
    -Correção de blocos com estacas cravadas fora do eixo;
    -Ajuste da posição de blocos quando há choque com outros blocos ou obstáculos no terreno;
    -Possibilitar pilares nas extremas de terrenos.

    Atualmente no Eberick é possível fazer uma “gambiarra” adicionando um pilar associado com carga mínima, mas os resultados das alturas dos blocos é sempre exagerada.

  2. Renato C. Costa says:

    Para executar um projeto adequadamente, deve-se identificar o tipo de estaca que irá utilizar, com base no perfil de sondagem do terreno, cujo resultado nem sempre é uniforme para todo o terreno. Por exemplo, algumas regiões do terreno podem estar em solo firme, outras em aterro, e outras em patacões e pedregulhos.

    Devido a isso, ao realizar o dimensionamento dos blocos de fundações sobre estacas no Eberick, através da janela de dimensionamento, o programa deveria ser capaz também de calcular a quantidade das estacas necessárias para suportar aos esforços solicitantes de acordo com opçòes individualizadas para cada bloco, pois estes podem estar localizados em regiões distintas de solo.

    Por default, o eberick utiliza hoje um mesmo tipo de estaca para todos os blocos, o que nem sempre é desejável.

    Por isso, na janela acima apresentada, seria interessante considerar uma coluna adicional ‘Tipo da Estaca’, ao lado da coluna ‘Tipo do Bloco’ (que altera apenas o formato do bloco), para permitir a escolha de tipos diferentes de estacas (Escavadas, Pré-fabricadas, Metálica I, Trilho, etc.), por bloco, com a respectiva verificação de cálculo após a alteração.

    Isso não implica necessariamente alterar a metodologia atual, onde um primeiro cáclulo incial é realizado utilizando as opções de parametros globais fornecidos à caixa de diálogo ‘Dimensionamneto [Blocos]’, mas seria no sentido de dotar o aplicativo para traalhar com outros tipos de estacas, particularizadas por bloco.

  3. Giuseppe says:

    Acho importante que o software permita a possibilidade de se introduzir estacas inclinadas, a fim de se contrapor a esforços horizontais e momentos.

  4. Giuseppe Dantas says:

    Testei os blocos com 2,3,4 e 5 estacas. Consegui alterar as dimensões dos blocos com 3,4 e 5 estacas. Excelente !! Pergunto se não poderia, também, o software permitir a edição da dimensão maior do bloco com 2 estacas.
    Atenciosamente,
    Giuseppe Dantas

Página de comentários

Você deve estar autenticado para enviar um comentário.

Liberada a revisão 2015-04 do QiBuilder

Escrito em 27/04/2015

Liberada a revisão 2015-04 do QiBuilder.

Esta versão marca o lançamento do QiSPDA sobre o QiBuilder, um produto destinado ao projeto de sistemas de proteção contra descargas atmosféricas, e a conclusão do desenvolvimento do QiElétrico.

Para mais informações acesse o blog do QiBuilder.

×

Liberada a revisão 2014-10 do QiBuilder

Escrito em 14/10/2014

Esta versão marca o lançamento do QiElétrico sobre o QiBuilder, um produto destinado ao projeto de instalações elétricas prediais. Esse produto entra na modalidade “experimentação”, para que possa ser utilizado pelos clientes enquanto os últimos recursos são adicionados ao mesmo. Essa estratégia dá à empresa a oportunidade de receber um feedback sobre o produto antes do seu lançamento comercial definitivo.

Foram corrigidos diversos problemas reportados pelos usuários da versão 2014-07, priorizando a estabilidade do programa.

Para saber mais sobre sobre os recursos e melhorias acesse o menu “Conteúdo” dentro do QiBuilder.

Download

Para conhecer o QiElétrico acesse o HOTSITE.

×

Liberada nova atualização do Eberick

Escrito em 16/04/2014

Disponibilizada uma nova atualização do programa: EberickV9 (atualização 2015-02).

Mais informações sobre a instalação desta nova atualização podem ser encontradas na guia Download.

×

Liberada uma nova revisão para o Hydros V4 e Lumine V4

Escrito em 01/04/2014

Foram disponibilizadas as revisões do Hydros V4 do Lumine V4.

Lumine V4 Revisão 13

Para baixar a revisão 13 do Lumine V4 acesse:
Download_lumine_V4_R13
Para saber mais informações acesse “? – Atualizações recentes”

Hydros V4 Revisão 13

Para baixar a revisão 13 do Hydros V4 acesse:
Download_hydros_V4_R13
Para saber mais informações acesse “? – Atualizações recentes”

Hydros V4

 

×

Novo artigo sobre detalhamento de lajes

Escrito em 14/01/2014

Disponível um novo artigo para o Eberick, dando seqüência ao artigo publicado sobre a otimização do detalhamento das lajes (parte 1):

Artigo novo:

Otimização do detalhamento das lajes – Parte II

Artigo relacionado:

Otimização do detalhamento das lajes – Parte I

Acesse a base de conhecimento e confira outros artigos: www.altoqi.com.br/faq/.

×